sexta-feira, abril 15, 2005

Ele e Ela (parte I)

Ele dirigiu-se a ela, como tantas e tantas vezes fazia. Ela deixou-se ficar, esperou e olhou-o.
Como sempre, ele agarrou-a, deu-lhe beijos e apertou-a contra si dizendo "gosto muito de ti". Já todos sabiam que eles eram amigos, nada mais do que isso, ela sabio, ele também; mas não conseguiam ser indiferentes à empatia que sentiam.
Todas as vezes que tentavam lutar contra o impulso de andarem agarrados, passando por namorados, acabavam por ficar sem saber o que fazer, "caíam" na estupidez de disfarçarem para que os outros não pensassem que eram namorados!
Ele socorria-a das magoas dela, ela fazia o mesmo com ele...eram amigos acima de tudo, precisavam um do outro, porque era assim que tinah que ser, foi assim que se habituaram a olhar um para o outro, a viverem um com o outro!
Os namorados um de ume de outro, depressa se habituavam à situação, não tinham outra solução, compreendiam e aceitavam a relação deles, viam que realmente um rapaz e uma rapariga podem ser verdadeiros amigos, sem preconceitos tolos ligados à sexualidade, à traição, ao fingimento...
Ele apaixonou-se, julgou ela que era mais uma das suas paixões fugazes,mas não...ele tinha-se apaixonado verdadeiramente! Ela ficou feliz, a rapariga até era simpatica...mas ele foi-se afastando, ja não saia com ela como antes, ja não lhe telefonava, ja não iam comer gelado juntos!
Ela perguntou porque razão, ele respondeu" nunca te quis fazer isto, mas ela [a namorada], não entende a nossa relação...mas eu nunca te vou deixar, isso te garanto, dá só um tempo...eu volto, tu sabes bem disso, é só ela te aceitar como parte de mim...".
Ela acreditou, ou pensou acreditar...como sempre esperava por ele, ele voltou a agarra-la, a beija-la a dizer "gosto muito de ti", mas sob a sombra da alguém que não entendia o elo entre eles os dois...
Ela sabe que o tem, sabe que ha luz todos os dias...e talvez amnha esteja brilhante, ainda mais brilhante e talvez ela tenha coragem de a acompanhar!

3 Comments:

Blogger booklover said...

Ainda dizes que andas sem inspiração!!! olha então se andasses? matavas-me de vez com tamanhos textos!!!
bom fim-de-semana
inté segunda

sábado abr 16, 11:32:00 da manhã 2005  
Blogger Sozinho... said...

Não me parece que a amizade e o carinho fossem os únicos sentimentos entre os dois... Tal como diz a minha avó "onde há fumo, há fogo!"

Acho que existem outros sentimentos escondidos aí no meio e que ambos têm medo de expor!

Cada vez me surpreendes mais com a tua escrita... É como te digo. Daqui a uns tempos estou-te a ver a lançar o belo do livro! Beijitus

domingo abr 17, 09:28:00 da tarde 2005  
Blogger rummy said...

texto mt bom =)
este e os outros...
n t cunheço mas parabens pk fazes textos mt bons,baseados na complexa simplicidade da vida =)

sábado mai 07, 11:10:00 da tarde 2005  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home