sexta-feira, abril 29, 2005

O segredo

Ontem fui a uma jantarada em casa de um amigo, o Zé. Eu e outro amigo, nosso, dos dois, um amigo em comum, o JP.
Adoro estes jantares caseirinhos, em que estamos poucos, nesse jantar só três, em que comemos uma massa com carne picada e molho de tomate (é sempre a mesma ementa) e um bom vinho, (que é sempre da escolha dos convidados) que por sinal é tinto, suave, parece seda quando toca na lingua! Este jantar a três tornou-se um habito mensal, mas é sempre em casa do Zé,exigência dele~, ainda não percebi porque, mas eu até gosto, poupa-me o trabalho de ter que cozinhar e de lavar a louça, só ajudo a por a mesa!
O Zé pareceu-me tenso, perguntei-lhe o que tinha, mas não me quis responder! O JP também reparou, mas veio-me perguntar a mim o que tinha o Zé, como se eu soubesse tudo, fiquei irritada com toda a situação, o Zé em silêncio e o JP desconfiado de alguma coisa e a interrogar-me...
Pus a mesa, como é costume, e abri o vinho para respirar... logo de seguida estavam três copos cheios sob a mesa e num abrir e fechar de olhos ficaram vazios.
Jantamos...o Zé bebeu mais do que comeu, suponho que eu e o JP também, rimo-nos imenso, falamos de coisas inconfessaveis até aos deuses e rimo-nos muito...tanto, que tinah que segurar a barriga!
O copo caiu e partiu-se...durante a queda, a mão do Zé tenta apanhar o copo, falha...mas apanha cada caco com o máximo de cuidado..."Zé, dá cá a mão, cortaste-te..."
"Nem penses em tocar-me!!!" e fugiu de mim, deixando-me de olhos espantados, com o braço esticado, em jeito de quem estende uma toalha. O JP ficou sem reação...
O Zé regressa, senta-se no sofa, nós imitamos-lhe o gesto, e em surdina, sob o efeito do tinto, diz:
"shiuu! O que vos vou contar é um segredo meu há já dois anos, mas que não tenho coragem de dizer a mais ninguém. Não tenho coragem de dizer aos que me rodeiam que sou seropositivo".
Agora percebi porque quer que os jantares sejam feitos sempre em casa dele...tem medo de se cortar nos copos partidos.

26 Comments:

Blogger litle lucy said...

impressionante, como entro na tua história.
Muito bonito

Obrigada

Um beijo meu,
Boa noite
Rose*

sexta abr 29, 02:37:00 da manhã 2005  
Blogger Ana, dona do café said...

original...e simplesmente, como disse Rose, tvz noutro contexto, impressionante...:)

(e agr como diria o schwarznegger:I'll be back!)
Obrigada pela visita ao meu café
:) beijo

sexta abr 29, 04:03:00 da manhã 2005  
Blogger Bruno Veloso said...

Genial...again!
Talvez neste mundo haja muitos copos onde nos podemos cortar perigosamente e muito poucos onde o golpe é de absoluta confiança....

sexta abr 29, 11:01:00 da manhã 2005  
Blogger Carlos Barros said...

o Golpe pode ser fatal...

sexta abr 29, 02:27:00 da tarde 2005  
Blogger Nandita said...

Simples e tocante... nao precisas de muito para me prender às tuas palavras.

Beijo

sexta abr 29, 10:22:00 da tarde 2005  
Blogger Cakau said...

Emocionante! *

sábado abr 30, 12:36:00 da tarde 2005  
Blogger R/B Estação said...

Lamento.
Poderá continuar a ser um jantar de amigos só que todos agora se poderão sentir à mesma mesa.
Bom fim de semana.

sábado abr 30, 08:37:00 da tarde 2005  
Blogger MrX said...

:( É uma triste doença. Mas não é incapacitante. Pode continuar a ter uma vida perfeitamente normal, apenas tendo os cuidados conhecidos por todos. Boa sorte para ele!

Um beijo!

domingo mai 01, 02:59:00 da tarde 2005  
Blogger Sozinho... said...

Fizeste-me pensar...
Não conheço ninguém que seja seropositivo, ou pelo menos, que eu saiba, e apesar de achas que o facto de alguém ser seropositivo não quer dizer que tenhamos de o afastar de nós, não sei qual sería a minha primeira reação.
Mesmo sendo ele aquele que estaria a precisar de mais atenção e cuidado por parte dos amigos, denotei que ele sim, estaria a fazer o grande papel de amigo, pois estava a tentar proteger todos aqueles de quem gosta do mal que o consome...

Espero que todos o compreendam!
Beijos

segunda mai 02, 03:17:00 da manhã 2005  
Blogger Zinnia Cyclamen said...

Hi, thanks for your comment on Real E Fun, sorry I can't comment on your blog but I only speak English. I'm sure it's very good though;-)

segunda mai 02, 09:25:00 da manhã 2005  
Blogger murdoc said...

Algum tempo que venho aqui dar uma vista de olhos, mas esta história tocou-me.. Ser seropositivo, não implica afastamento. Apenas obriga a alteração de algumas coisas para podermos viver a vida como queremos.

segunda mai 02, 08:44:00 da tarde 2005  
Blogger lima said...

...

terça mai 03, 11:10:00 da manhã 2005  
Blogger Lemon said...

Impressionante, tocante e violentíssimo.

Deve ser de uma violência padecer de algo que a sociedade continua a tentar empurrar para o lado. Há o terror de se aproximar de quem se gosta, e até mesmo, como parece ser o caso, de contar a quem se gosta e confia...

terça mai 03, 12:02:00 da tarde 2005  
Blogger João Martinho said...

não consigo comentar, desculpa. deixaste-me sem palavras.

quarta mai 04, 12:41:00 da tarde 2005  
Blogger Monique Mendes said...

Como sempre João, transporta-nos até "dentro" do texto... sinto-me como tivesse estado sentada ao lado do Zé na mesa a jantar convosco...
Um triste evento: o partir do copo, levou-o a confessar algo que não teve sido muito fácil para ele...
Que eu saiba também não conheço ninguém seropositivo, mas não me parece que fosse problema se conhecesse...não podemos discriminar ninguém por causa de uma doença, as pessoas são muito mais que problemas...

Beijinhux para ti kerida**

quarta mai 04, 06:00:00 da tarde 2005  
Blogger Tita said...

Ou então tem medo que algo mais que os copos o golpeie!

quarta mai 04, 06:30:00 da tarde 2005  
Blogger Du said...

A amizade é algo fascinante...
E pode ser posta à prova a qualquer momento...
O mais incrivel é que percebi algo...
Na verdade, esse algo é algo que venho percebendo aos poucos...
A VONTADE do ser humano é algo espetacular...
Começo a acreditar que tudo depende dela...
Inclusive a amizade...
A vontade é o que move o mundo...
Se houver vontade, não existem barreiras...
Beijos e que bom que é ler o que escreve! :)

quarta mai 04, 08:00:00 da tarde 2005  
Blogger o som do vento said...

wow... :'(

sexta mai 06, 10:58:00 da manhã 2005  
Blogger André Ferreira said...

Não sei o que escrever, por isso não vou escrever nada a não mandar um beijo

sábado mai 07, 02:09:00 da manhã 2005  
Blogger anitacanita said...

tenho-me perdido por aqui...
Sei q não sou a única, mas sou fã das tuas histórias! Tens uma sensibilidade fora do comum, comovente mesmo!
Obrigado por partilhares isso connosco :)

sábado mai 07, 08:02:00 da tarde 2005  
Blogger anitacanita said...

ah é verdade...pus um link do teu blog no meu...espero que n haja problema :)

sábado mai 07, 08:26:00 da tarde 2005  
Blogger Der Uberlende said...

Simples, belo e hiperreal. O modo directo, despretencioso e (de algum modo) subliminal como conduziste a 'cena', e o desfecho cortante como vidro estão muito bem planeado.
Senti o corte do teu relato!

muito bem feito... e corajoso! Parabens!

Der Uberlende

domingo mai 08, 01:04:00 da manhã 2005  
Anonymous Menina_marota said...

Fiquei comovida!
E, recordei um episódio passado há anos, no infantário onde andava o meu filho.
Soube-se de repente, que o Pai de um dos meninos era seropositivo, contaminado, num hospital, onde fazia um tratamento. Mas os filhos eram saudáveis. Os pais tentaram que a criança fosse afastada, ao que um grupo (onde eu estava incluída) se opôs. No meio de discução a criança entra na sala e todos olham para ela. Acho que li nos olhos da criança o "terror" que sentiu naqueles olhares repentinos. Levantei-me e fui buscá-la. Dei-lhe um beijo e disse-lhe: vai lá para fora, estamos quase a acabar... Hoje é uma criança normal, vivendo uma vida normal, sabe que o pai tem aquele problema e, fala dele muito à vontade. Especialmente, é um jovem prevenido e precavido...

Gostei da tua história. Os amigos são para as boas e más ocasiões!

Abraço ;-)

quinta mai 12, 01:09:00 da tarde 2005  
Blogger contadordehistorias said...

e convite para um jantarzinho hein?

eu levo o vinho.

sexta mai 13, 11:09:00 da tarde 2005  
Blogger impressaodigital said...

ai eu é que faço o jantar? :p

mas traz um bom alentejano e eu disponho-me a fazer a massa (é tão dificil! lol)

sábado mai 14, 05:32:00 da tarde 2005  
Blogger zelusca said...

nao temos de sentir vergonha da nossa doença.. contar é complicado mas todos aqueles que gostam de nos continuarao sempre a gostar.. por vezes mesmo sem contar podemos melhor que ninguem elucidar e abrir portas para um dia desabafarmos todos os problemas ;-)

beijos e coragem ;-)

quinta out 05, 05:44:00 da tarde 2006  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home