domingo, maio 27, 2007

Néctar dos deuses

Senti-me Deus.
E quis sentir-me Deus uma e outra vez, tantas que ao chegar ao fim desejei nunca ter experimentado algo tão bom.
O que me fez sentir dono do meu destino também me destruiu.
O tempo deixou de existir, a vida passou a ser desinteressante e passei a viver em função de ser Deus... e nunca o fui.

9 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Como é possível, escrever tanto em tão poucas palavras? escalar as indomáveis barreiras da vida e ainda sonhar!... Intensamente embevecido, sinto as vísceras revolvidas por palavras tão sãs e audaciosas... compartimenta-se, congratula-se e agracia-se quem divide e a quem basta a eloquência do silencio conivente, como se um qualquer anjo nos soprasse ao ouvido, tive o gosto de me deter a ler o que escreveste, aproveitei... é extraordinário... perdemo-nos tantas vezes em outras leituras e esquecemo-nos de aproveitar a substancia imensa que as pequenas coisas nos podem oferecer...
E aqui estou eu a tentar comentar o que li... há quem diga que o destino está traçado, há quem diga que Deus nos dá o caminho e o diabo a coragem ( poderia ser interessante ver essas ciências assim repartidas)... e para quem não sabe por onde vai, digo que somos nós que fazemos o nosso caminho, poderemos aceitar o caminho que outros nos dão, mas se não formos nós a decidir-mos, a perdermo-nos nos atalhos, a encontramo-nos no virar da esquina não será nossa a vida, não será nossa a ilusão nem os momentos de solidão...

Roger

segunda mai 28, 10:15:00 da manhã 2007  
Blogger **Arclight** said...

bela reflexão amiga!
sentis-t na pele uma ilusão k t levou ao limiar do pensamento!

momentos sagrados k nos esculpem e nos tornam naquilo k não queremos ser

uma sensação..
uma ilusão d um ser

vou e deixo-t um beijo******

quinta mai 31, 09:38:00 da tarde 2007  
Blogger Synne Soprana said...

É a sensação de poder que nos faz sentir bem, mas é apenas passageira (ou ilusória)...

quinta mai 31, 11:23:00 da tarde 2007  
Blogger **Arclight** said...

bom fim d semana rapariga!
beijo daki*******

sábado jun 09, 09:09:00 da tarde 2007  
Blogger Lord of Erewhon said...

Que «néctar»! :)

quarta jun 13, 09:35:00 da tarde 2007  
Blogger Dizeres de Andarilho said...

"Sei que escondo, sei que procuro um intervalo, ou um chuto sem principio nem fim, um chuto que me leve esta saudade de não ter sido Deus…"

desculpa a invasao de privacidade,mas estive a dar uma espreitadela no teu blog, gostei do que li e prometo passar por cá mais vezes para ler o que está para trás e comentar os que de futuro viram.

Beijo...

segunda jun 18, 11:03:00 da manhã 2007  
Anonymous Rodrigo said...

Oi, achei teu blog pelo google tá bem interessante gostei desse post. Quando der dá uma passada pelo meu blog, é sobre camisetas personalizadas, mostra passo a passo como criar uma camiseta personalizada bem maneira. Até mais.

quinta jun 21, 04:21:00 da manhã 2007  
Blogger Jorge Posada said...

Qué magnífica entrada.
Saludos desde México

segunda jun 25, 08:29:00 da tarde 2007  
Blogger insolitudewecry said...

Nectar dos deuses...
Tu que és mais inteligente do que eu deverias de perceber que essa expressão significa que o néctar pertence aos deuses, que já o são com ou sem nectar. É pena teres que fingir uma e outra vez que és Deus para te sentires Deus, eu sinto-me sempre o meu pequeno Deus, e todos os nectares me pertencem... Nunca o contrário.
Não me des razão se faz favor...

domingo jul 22, 08:49:00 da tarde 2007  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home